Sim, por favor
Não, obrigado
Devoções Especiais
donate Books CDs HOME updates search contact

Reflexões sobre Knock - I

A Mensagem de Nossa Senhora de Knock:
O Silêncio esconde um Segredo

Gregory Johnson
Em uma noite chuvosa de 21 de agosto de 1879, entre 7h15 às 9h30 em uma pequena aldeia com não mais que uma dúzia de casas, Nossa Senhora fez uma aparição pública silenciosa e única que se tornou conhecida pelo mundo como a aparição de Nossa Senhora de Knock.

A vila de Knock (que significa "colina" em Irlandês) fica no quadrante noroeste da Irlanda, cerca de 28 milhas a leste de Croagh-Patrick, e esta montanha profética pode ser vista a oeste na estrada ao norte de Claremorris para Knock. (1) As peregrinações ao santuário na pequena aldeia têm crescido continuamente desde aquele dia, e atualmente recebe 1,5 milhão de visitantes por ano. Em 1932, Pio XI declarou Nossa Senhora de Knock “Rainha do Céu e da Irlanda,” no encerramento do Congresso Eucarístico. (2) É considerado um dos mais importantes Santuários Marianos do mundo.

Our Lady of Knock

Nossa Senhora de Knock

Digo que Nossa Senhora fez uma “aparição pública” porque, ao contrário de outras aparições recentes de Nossa Senhora - La Salette, Lourdes, Fátima - onde ela aparece e se comunica com apenas um ou alguns videntes (sempre jovens e nunca membros do clero), nesta aparição ela apareceu a todos os presentes, mas permaneceu em silêncio. Todos perto da parede sul da igreja dedicada a São João Batista viram a aparição.

O único membro do clero na aldeia, o padre Archdeacon Cavanagh, também poderia ter visto a aparição se simplesmente tivesse caminhado para fora. A governanta foi contar-lhe, mas aparentemente houve alguma falha de comunicação e, como resultado, mais uma vez, o clero não recebeu o dom de ver uma aparição de Nossa Senhora.

Pouco depois da aparição, uma comissão oficial de investigação foi estabelecida pelo Arcebispo, e registrou o depoimento de 15 testemunhas: homens, mulheres e crianças, com idades entre 5 e 75. No inquérito, a comissão concluiu que, “o testemunho de todos, considerado em conjunto, foi confiável e satisfatório.” (3). Muitos anos depois, em 1936, uma segunda comissão confirmou o veredicto da primeira.

Maria Byrne, uma testemunha primária da aparição em Knock, tinha 86 anos na época da segunda comissão e falou com a comissão de sua cama, pois estava muito doente para sair. Ela concluiu seu testemunho com as seguintes palavras: “Estou certa de tudo o que disse e faço esta declaração sabendo que estou diante do meu Deus.” Seis semanas depois, ela morreu. (4)

Houve outros que viram a aparição (minhas leituras sugerem algo entre 25 e 29 pessoas), cujos relatos não foram registrados oficialmente para evitar redundância.

holycard

Uma representação da aparição de um antigo santinho

Abaixo está o depoimento de Judith Campbell, uma das 15 testemunhas oficiais da aparição. É curto e conciso:
Eu moro em Knock; Lembro-me da tarde e da noite de 21 de agosto passado. Maria Byrne apareceu em minha casa por volta das oito horas daquela noite e me pediu para vir e ver a bela aparição na capela.

Corri com ela até o local e vi do lado de fora da capela, na empena da sacristia voltada para o sul, três figuras representando São José, São João e a Santíssima Virgem Maria; também um altar, e a semelhança de um cordeiro nele, com uma cruz nas costas do cordeiro.

Eu vi uma bela coroa na testa ou na cabeça da Santíssima Virgem. Nossa Senhora estava no centro do grupo, um pouco acima das outras duas; São José à sua direita e inclinado para a Virgem; São João, como fomos levados a chamar a terceira figura, estava à esquerda da Virgem e em sua mão esquerda segurava um livro; sua mão direita foi levantada com o primeiro e o segundo dedos fechados, e o indicador e o dedo médio estendidos como se ele estivesse ensinando.

A noite caiu e estava muito úmido e escuro.

Havia uma bela luz brilhando em torno das figuras ou aparição que vimos.

Eu me aproximei delas; nenhum de nós falou com elas; acreditávamos que eram São José e São João Evangelista, porque há alguns anos, as estátuas de São José e do Evangelista estavam na capela de Knock.

Todas as figuras estavam em branco ou com um manto de brancura prateada; São João usava uma pequena mitra. Embora estivesse chovendo, o local onde as figuras apareceram estava bastante seco.
Tudo dentro da esfera da imagem permaneceu completamente seco, incluindo a grama e parte da parede da igreja.

O silêncio deliberado

A aparição estava completamente silenciosa. Os únicos sons ouvidos naquela noite foram os do vento e da chuva cada vez maior, que acabou se tornando um aguaceiro. Mas sabemos que as ações da Divina Providência devem sempre ter um propósito ordenado. Como Frei William J. Smith disse: “Não foi dada mensagem de nenhum tipo, nenhuma palavra foi dita por nenhum dos três visitantes celestiais. No entanto, a aparição deve ter um significado, um significado extraordinário, profundo e divino.” (5)

Consequentemente, ninguém deve pensar que o silêncio da aparição é um descuido de Nossa Senhora. Com certeza, podemos afirmar que Nossa Senhora desejou que esta aparição permanecesse completamente silenciosa e que este silêncio tem um propósito. Qual é esse propósito?

Sabemos que todas as recentes aparições de Nossa Senhora, antes e depois de Knock, continham segredos:
  • La Salette (1846) continha segredos como 'Roma se tornará a sede do Anticristo,” que poderia ser revelado em 1858;

  • Lourdes (1858) tinha 3 segredos que eram apenas para Bernadette e nunca foram revelados;

  • Fatima (1917) incluía 3 segredos: 2 foram logo revelados e o terceiro deveria ser revelado no caso da morte de Lúcia ou em 1960. João XXIII recusou-se a revelar o segredo em 1960. Mais tarde, em 2000, um segredo falso foi revelado pelos Cardeais Bertone e Ratzinger em nome de João Paulo II, mas não encontrou grande aceitação entre os fiéis. Eles ainda aguardam o lançamento da advertência autêntica de Nossa Senhora ao mundo.
ppilgrims Knock

Peregrinos na década de 1880 se aglomerando no local da aparição do lado de fora da velha capela de Knock

Agora, como cada aparição recente de Nossa Senhora continha um segredo, alguém é induzido a perguntar se haveria ou não um segredo em Knock. Talvez até devesse assim ser esperado.

Então, eu pergunto, este silêncio deliberado querido por Nossa Senhora em Knock não deveria ser visto como uma forma de segredo? Um segredo que se harmoniza com os segredos de La Salette, Lourdes e Fátima? Não é razoável afirmar isso?

Não se deveria perguntar se o silêncio funcionou como uma espécie de véu ou mortalha, ocultando uma mensagem profunda? Acredito que este seja o propósito profundo do silêncio e sugiro especular sobre qual seria esse segredo usando as evidências que temos em mãos.

Uma nota de encerramento: não concordo com aqueles que dizem que o próprio silêncio é a mensagem. A mensagem de Nossa Senhora de Knock não é para promover o silêncio.

Aqueles que procuram apresentar este silêncio como a principal mensagem que Nossa Senhora quis transmitir, estão promovendo uma passividade que pressiona os fiéis a permanecerem inativos e rezarem apenas diante das graves crises da Igreja e da sociedade que enfrentamos hoje. Calar-se diante dos ataques de um mundo mau e de uma hierarquia corrupta é suprimir o espírito militante Católico.

Como será mostrado em artigos futuros, acredito que a mensagem de Knock é o oposto de um estilo de vida de "paz," onde "todos os meus cuidados e problemas cessam," (6) uma frase do refrão da popular canção Senhora de Knock que efetivamente se tornou o tema moderno de Nossa Senhora de Knock.

Nossa Senhora de Knock, rogai por nós.

Continua

  1. “Temos uma visão do célebre Croagh-Patrick da estrada para Knock ...” Tom Neary, Custodians of Knock Shrine, Co. Mayo, Ireland, I Saw Our Lady, 1st ed. 1977, 5th ed. 1995. p. 24.Footnote 1
  2. William J. Smith, The Mystery of Knock, Our Lady in Ireland, NY: Paulist Press, 1954, p. 20
  3. Ibid, p. 21
  4. Veja aqui
  5. W.J. Smith, The Mystery of Knock, p. 16
  6. 6. Refrão da letra de Lady of Knock de James Kilbane: “Golden Rose, Rainha da Irlanda, todas as minhas preocupações e problemas cessam, enquanto eu me ajoelho com amor diante de Vós, Senhora de Knock, minha Rainha da Paz.” Site Católico oficial de Nossa Senhora de Knock
Postado em 20 de julho de 2020

Tópicos relacionados de interesse

Trabalhos relacionados de interesse


papal monarchy Great St. Joseph St. Therese
Our lady of good success donate stories
revolution  counter-revolution mary of Agreda catholic way