Sim, por favor
Não, obrigado
NOTÍCIAS: 15 de abril de 2020 (publicada em inglês a 26 de março de 2020)
donate Books CDs HOME updates search contact

Panorama de Notícias

Atila Sinke Guimarães
O Estouro da Boiada - Um leitor do website de TIA pediu minha opinião sobre o surto de coronavírus e suas conseqüências. Como este mês de março foi de fato dominado pela preocupação-medo-pânico- histeria sobre os caracteres contagioso e letal do Covid-19, parece-me que devo abordar o tópico nesta coluna mensal.

Uma boa maneira de expressar claramente meu pensamento é dividir o tópico em partes. Acredito que possa ser analisado sob três perspectivas diferentes: 1. Biológica; 2. Psicológica e 3. Ideológica. Entremos na análise.

1. Perspectiva biológica – Este vírus foi desenvolvido no Instituto de Virologia de Wuhan em 2019: daí o número 19 na sigla Covid-19 (Corona rus Desenvolvido em 2019). Segundo a mídia, este foi o ponto de partida da pandemia.

Por acidente ou de propósito, o vírus contaminou muitas pessoas na cidade chinesa de Wuhan e, a partir daí, se espalhou por outras áreas da China. Dada a alta emigração da China para a Itália, a Itália também ficou contaminada. Destes dois focos - China e Itália - o vírus se espalhou pela Europa e pelo resto do mundo.

The panic by Goya

O Pânico de Goya

As estatísticas sobre o total de mortes de janeiro até agora com os dados de ontem foram de 18.919, mas este total está aberto à discussão. Na Itália, por exemplo, há 6.820 mortes relatadas até ontem - estou usando os dados oferecidos pelo L’Osservatore Romano (26 de março de 2020, p. 1) A mesma fonte registra nos Estados Unidos 550 mortes e 46.000 contaminações (25 de março de 2020, p. 2).

Há quatro dias, no entanto, surgiram notícias de que apenas 12% dos casos relatados na Itália são verdadeiros, porque a Itália está incluindo nesses números não apenas os que morreram pelo coronavírus, mas também os que morreram por outras causas, mas foram contaminados pelo vírus. Agora, este dado altera completamente a objetividade dos dados, pois a principal causa de morte de uma pessoa idosa que contraiu o Covid-19 pode ser pneumonia ou gripe; nesse caso, Covid-19 não seria a causa de sua morte. Portanto, se projetarmos esse percentual de 12% ao número global de mortes, o número relatado de 18.919 se torna 2.270. Esta inflação fraudulenta de vítimas revela uma clara intenção de amedrontar a população.

Além disso, embora o suposto número de mortes esteja sendo anunciado com grande alarde pela mídia, com base nos dados oferecidos pela Organização Mundial da Saúde - OMS - e pela Universidade John Hopkins, os resultados certamente não são tão altos que causem pânico em uma pessoa razoável.

De fato, se compararmos o número de mortes e contaminações do Covid-19 com os de outras causas comuns de morte, teremos dados objetivos para orientar nossa reação. Deixe-me expor algumas causas atuais de morte nos Estados Unidos e no mundo.

Causas da morte:

Death by Gustave Dore

O quarto cavaleiro do Apocalipse: Morte de Gustave Doré

Gripe de inverno : 2019-2020 – Nos EUA. – mortes: 41.000; contaminações: 45 milhões; no mundo: mortes: 468.500;

Pneumonia: 2017 – Nos EUA. – mortes: 14.600; no mundo, mortes: 2,56 milhões;

Câncer: 2017 – Nos EUA – mortes: 606.520 ou 1.660 por dia em 2020; no mundo – mortes: 9,6 milhões ou 20.000 por dia;

AIDS: 2018 – Nos EUA – mortes: 16.350; no mundo – mortes: 770.000; contaminações: 1.7 milhões; desde o início, a aids matou 32 milhões e contaminou 75 milhões;

Acidente de carro: Nos EUA – mortes: 40.000 por ano; no mundo – mortes: 1,3 milhão por ano ou 3.287 por dia; feridos ou deficientes: 30 milhões;

Criminalidade: Nos EUA – Mortes por homicídios: 19.500 por ano; por suicídios: 47.000 por ano. No mundo - Mortes por homicídios: 400.000 por ano; mortes criminosas violentas: 1,6 milhões.

Vemos que, quando as vítimas de Coronavírus são comparadas com as causas de morte relacionadas acima, a primeira é muito mais modesta e certamente não é tão alarmante quanto a mídia e os governos estão declarando. De fato, embora lamentemos que tantas pessoas morram de gripe, câncer, acidentes etc., nunca entramos em pânico ou histeria por causa deles. Também não há razão para os governos intervirem na vida privada de seus cidadãos com base no perigo dessas causas de morte.

Agora, o pânico geral que está sendo promovido em relação ao Covid-19 está dando um pretexto aos governos de todo o mundo para quebrar a rotina normal de trabalho, culto e lazer de quase todos ao redor do mundo com base nessa suposta pandemia.

Essa desproporção desordenada entre causa e efeito conduz à pergunta: Cui bono? Quem lucra com isso?
  • O primeiro a lucrar com essa crise parece ser o governo chinês, já que na semana passada o Coronavírus foi declarado sob controle na província de Hubei, cuja capital é Wuhan, por meio de uma vacina. Segundo fontes bem informadas, o sucesso dessa vacina é tão completo que o povo chinês praticamente parou de morrer de Covid-19, e essa província retornará à plena normalidade em 8 de abril. (Cf. L’Osservatore Romano, 23-24 de março de 2020, p. 1)

    Milhões dessas vacinas já foram enviadas à Itália e, provavelmente, muitos outros países logo as pedirão. Então, a China desenvolveu o vírus e agora controla o vírus. Esse sucesso coloca a China no centro das atenções como um grande benfeitor da humanidade.

    Mas permanece uma suspeita: O que exatamente esta vacina contém?


  • Bill Gates

    Bill Gates foi o descobridor do Coronavirus e o patrocinador do laboratório Wuhan

  • À espreita por trás da erupção do coronavírus, está o empresário americano Bill Gates, que nos últimos anos descobriu o vírus e também financiou o estabelecimento do Instituto de Virologia de Wuhan. Então, Gates está por trás de muitas coisas nesse surto epidêmico: ele descobriu o vírus; ele pagou os chineses para estabelecer o laboratório onde eles desenvolveram o vírus. Ninguém sabe se ele está ou não por trás de sua disseminação; provavelmente ele também está por trás da vacina desenvolvida na China para controlar o vírus.

    Nesse caso, Gates também seria o grande beneficiário financeiro, pois os governos direta ou indiretamente pagarão a ele para encontrar a cura para esta enfermidade alarmante. Se se conectar esses pontos, todo o surto de coronavírus poderia ser um bumerangue lançado por Gates no mundo que volta às suas mãos com montes de lucro após o término do “ciclo da doença."

  • Ainda existem outros que se beneficiaram desse surto epidêmico, mas para analisá-los, preciso dos dados de outras perspectivas.
2. Perspectiva psicológica – Há estudiosos militares que defendem a tese de que as guerras convencionais estão obsoletas, incluindo a guerra atômica. O domínio das nações agora e no futuro é decidido por aqueles que sabem como usar eficientemente a Guerra Psicológica, ou Guerra Psy. Considero que o surto de Covid-19 está sendo uma eficiente manobra da Guerra Psy em todo o mundo.

Aqueles que controlam a Revolução decidiram testar a opinião pública para ver se poderiam, por meio de uma única manobra, domesticar o mundo inteiro e fazê-lo obedecer seus ditames. Além disso, eles estão testando para ver quanto tempo o mundo pode ficar hipnotizado por falsas e irracionais notícias e pânico. Esses testes são feitos para preparar o público para outra etapa mais ousada da Revolução.

Seria como se alguns especialistas provocassem um estouro da boiada e o filmassem para estudar em câmera lenta as diferentes reações dos animais, a fim de entender melhor esse fenômeno irracional dos bovinos para algum objetivo futuro.

Acompanhei as notícias da imprensa sobre as etapas do surto de coronavírus na China e na Itália. Depois destes dois países, o próximo a entrar em pânico-histeria foi a Espanha. Notei que a opinião pública dos EUA estava observando a crise com uma indiferença preocupada; em um determinado momento, algo aconteceu e o mesmo pânico geral entrou aqui nos Estados Unidos.

Psychological warfare
O que foi isto? Foi um discurso de Anthony Fauci, um médico virologista que é diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID) desde 1984. Nesse discurso, ele chocou o país ao dizer que milhões poderiam morrer do coronavírus; que todos seriam trancados em suas casas e deveriam correr para as lojas para estocar medicamentos, alimentos essenciais e água. Ele também incentivou todos a exagerar (veja 11:28 e 12:10 aqui).

Foi isso que causou o estouro da boiada: as pessoas inundaram as lojas de alimentos e super mercados em pânico. A mídia ajudou a aumentar as emoções ao ponto da histeria. Em seguida, a bolsa de valores de New York caiu mais de 30% de suas quotas anteriores.

Se os ataques da Psy War fossem punidos pelos oficiais militares, eu sugeriria que eles submetessem o Dr. Anthony Fauci a uma côrte marcial como o traidor que lançou o país nesse estado de histeria. Ele deveria ter de responder pelo enorme dano psicológico e financeiro que causou e está causando.

Estava Fauci obedecendo os maestros da Revolução, como as autoridades de todos os outros países que entraram no pânico do Coronavírus? Acredito que sim. Estava Trump cantando fora do côro quando anunciou ontem seu plano de ajudar a economia americana e quebrar a hipnose geral? Acredito que sim. É por isso que temo que eles lhe dêem um fim como JFK.

O que também é notável nesse teste psicológico é que os EUA, um país que se orgulha de ser antes de tudo “a terra dos homens livres,” foram tão rápidos em sacrificar sua liberdade e “voluntariamente” se submetem à prisão domiciliar por medo do Covid -19.

Todos nós perdemos o direito de ir e vir normalmente, o que caracteriza tempos de paz. Estamos entrando em um regime virtual de “lei marcial,” que caracteriza tempos de guerra. Esse é o maior direito que perdemos, quase sem perceber …

3. Perspectiva ideológica – Mencionarei apenas duas contradições flagrantes:

    English Bishops close their churches

    Os Bispos foram ordenados a fechar suas igrejas

  • O Papa fecha as igrejas: No curto período de um mês, vimos o Papa Francisco e os Bispos Católicos em todo o mundo ordenando o fechamento das igrejas e a supressão de todas as cerimônias religiosas, incluindo as da próxima Semana Santa, para evitar os "perigos" do coronavírus. Reuniões de Católicos não podem ter mais de dez pessoas para atender às exigências das autoridades…

    Tenho boas razões para acreditar que o ideal do Progressismo e dos Papas conciliares é reduzir a Igreja a pequenos grupos; isto é, acabar com as grandes instituições paroquiais e avançar em direção de missas domésticas em pequenos grupos ou comunidades. Em um dos meus artigos anteriores citei textos de Pe. Joseph Ratzinger e Pe. Yves Congar afirmando exatamente isso.

    Portanto, agora temos um Papa que encontra o pretexto perfeito para queimar várias etapas do processo e pôr fim às cerimônias e reuniões nas igrejas paroquiais e catedrais. Será esta uma situação permanente? Acho que não. Mas o ideal está sendo apresentado; a bandeira foi erguida no topo da montanha.

  • As autoridades civis quebram as economias de seus países: Os líderes políticos eleitos como representantes do povo estão usando o pretexto do Covid-19 para oprimir a população.

    Homeless in downtown Los Angeles

    Ao assumir o cargo, Gavin Newsom encheu Los Angeles do sem-teto, epicentro de doenças; agora ele quer hotéis de luxo para hospedá-los para evitar o vírus...

    Também vimos alguns desses governadores e presidentes socialistas tirar proveito da lei marcial virtual imposta à população civil para promover suas agendas revolucionárias e mostrar seus jogos. Tenho em mente novos Calígulas locais, como Gavin Newsom, governador da Califórnia, que ameaça a população civil com multas, detenções e prisões se não cumprir seus ditames draconianos.

    Um desses decretos é ordenar que os hotéis sejam transformados em hospitais para receber as "vítimas de coronavírus." Na verdade, o que Newsom planeja fazer é colocar multidões de sem-teto nesses hotéis sob o pretexto de que estão infectadas pelo vírus.
Aqui está a minha resposta ao leitor do website de TIA que solicitou minha opinião sobre esta crise.