Festas de Nossa Senhora

donate Books CDs HOME updates search contact

Nossa Senhora do Bom Conselho de Genazzano
25 de Abril em Genazzano - 26 de Abril em outro lugar


Prof. Plinio Corrêa de Oliveira

Alguns dos Srs. me pediram para analisar a foto de Nossa Senhora de Genazzano para ajudá-los a organizarem suas primeiras impressões.

Our Lady of Good Counsel of Genazzano with jewels left by the faithful

As jóias dadas pelos fiéis

Os Srs. vêem que esta é uma foto de Nossa Senhora como Rainha. Ela usa uma coroa de pedras preciosas; o Menino Jesus também usa uma. Essas jóias, dadas por fiéis em ação de graças pelos favores espirituais e milagres operados por Nossa Senhora do Bom Conselho. Observem os ornamentos de pérolas suspensos em uma espécie de meia-lua. Esses adornos são de estilo oriental. São coisas legítimas e boas, mas os Srs. devem ignorá-los para analisarmos a imagem como tal.

Há uma notável coerência na imagem que aparece mais em Nossa Senhora do que no Menino Jesus. Ele é menos expressivo do que ela. O rosto dela está completamente sereno; não há nada em sua fisionomia que esteja tenso. Tudo em seu rosto transmite a impressão de uma grande satisfação em ter seu Filho em seus braços. Ela está totalmente voltada para o fato de ter o Filho em seus braços; ela está pensando apenas nele.

É curioso que ela não esteja olhando para Ele diretamente, ela está olhando para aquele que está rezando para ela. Mas seu rosto toca a testa dele dando-lhe o prazer de sua presença. Este contato transmite uma alegria que é acima de tudo uma comunicação de almas. Ela está tendo uma comunicação muito íntima de alma com Ele, o que lhe dá essa satisfação. Percebe-se, além disso, que esse prazer é habitual. Não é um êxtase ou um fenômeno extraordinário. É a impressão que toda mãe tem quando está em contato com seu filho. É um momento em que seu amor materno é mais expressivo e florescente, quando sua ternura se expande de uma maneira especial. Nossa Senhora é representada assim aqui.

A painting of Our Lady of Good Counsel of Genazzano

A pintura de Nossa Senhora do Bom Conselho de Genezzano

Sua bondade, ternura e espírito protetor em relação ao Filho podem ser notados na posição de seu pescoço e cabeça. A Criança está em seus braços e Sua mão direita envolve o pescoço dela. Isso explica por que o pescoço dela está inclinado e a cabeça levemente curvada pelo peso dele.

Ele tem uma intimidade extraordinária com ela. Ele se agarra a ela como alguém acostumado a tal posição. E ela permite isso como uma pessoa que esteve nesta posição mil vezes. Ela está feliz por suportar um peso tão leve e doce.

A Criança não tem medo; Ele a segura como uma pessoa que não deseja mais nada neste mundo além dela. Ele é inteiramente para ela, como ela é para Ele. Ele está feliz porque está unido a ela e por nenhuma outra razão. Ele sente a alegria de ser protegido por ela. Nenhum deles está pensando em nada mais, exceto no outro. Quando os Srs. analisam essa Criança, os Srs. vêem que Ele não está pensando em uma bola para brincar ou com um bombom para comer. Ele só pensa em Sua mãe assim como ela está pensando apenas nele.

Há, no entanto, um curioso contraste nas atitudes dele. Ele tem um ar de domínio. Segurando o pescoço dela, Ele parece satisfeito e protegido; não obstante, Ele parece com o seu Senhor. Na fisionomia dela, há veneração e respeito por Ele. Parece que ela está tentando adivinhar o que está acontecendo na alma dele, prestando atenção para perceber se Ele vai dizer alguma coisa. Ela assume o ar de uma pessoa que ora. Ela não está pedindo nada em suas orações; ela está contemplando a pessoa dele. Parece-me que ela está numa atitude de contemplação.

Ele tem essa grande intimidade com ela, mas Seus olhos não olham diretamente para ela, estão voltados para cima. Enquanto os olhos dela olham para baixo, os olhos do Menino estão levantados em direção a Deus Pai. É o ponto crucial da mediação. Nós olhamos para ela; ela olha para Ele; e Ele olha para as outras duas pessoas da Santíssima Trindade.

Não é bonito como esta doutrina da mediação de Nossa Senhora com a Santíssima Trindade é insinuada nesta imagem?

A painting from the altar of Our Lady of Good Counsel of Genazzano

A imagem vista do altar da capela de Nossa Senhora do Bom Conselho em Genazzano

A contemplação que ela faz dele não a impede de olhar para a pessoa que está orando. É seu papel: como mediadora, ela recebe nossas orações e as transmite a Deus. Ele os recebe como Deus e também transmite nossas orações às outras pessoas da Santíssima Trindade.

Então, você tem a doutrina católica da mediação das graças delicadamente expressas neste quadro. Não tem a precisão da teologia, mas a sutileza própria da arte. É agradável descobrir isso na foto, sem ter percebido isso à primeira vista.

Outra impressão curiosa: quando os Srs. se aproximam da imagem para contemplar a relação dela com Ele, os Srs. se sentem convidados a entrar nessa intimidade. Os Srs. se sentem compreendidos, amados e ajudados por ela e por Ele. Os Srs. se sentem adotados por ela como filhos e, portanto, como irmãos do Menino Jesus.

Estas são as principais impressões sugeridas por esta Imagem. Eu aconselho os Srs. a entrarem nessa trajetória sobrenatural de intimidade com Nossa Senhora e Nosso Senhor e permanecerem nela o maior tempo possível. Ambos os ajudarão em suas necessidades particulares, preparando-os para cumprirem suas vocações na terra e, depois, para desfrutarem da eternidade do Céu com eles.


Tradition in Action

Leia também

A mulher valente, Petruccia,
e a imagem de Nossa Senhora de Genazzano


Tradition in Action



j000 SD Dr. Plinio.gif - 9040 Bytes
Prof. Plinio Corrêa de Oliveira
A secção Santo do Dia apresenta trechos escolhidos das vidas dos santos baseada em comentários feitos pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira. Seguindo o exemplo de São João Bosco que costumava fazer comentários semelhantes para os meninos de seu Oratório, cada noite Prof. Plinio costumava fazer um breve comentário sobre a vida dos santos em uma reunião para os jovens para encorajá-los na prática da virtude e amor à Igreja Católica. TIA do Brasil pensa que seus leitores poderiam se beneficiar desses valiosos comentários.

Os textos das fichas bibliográficas e dos comentários vêm de notas pessoais tomadas por Atila S. Guimarães de 1964 até 1995. Uma vez que a fonte é um caderno de notas, é possível que por vezes os dados bibliográficos transcritos aqui não sigam rigorosamente o texto original lido pelo Prof. Plinio. Os comentários foram também resumidos e adaptados aos leitores do website de TIA do Brasil.



Santo do Dia  |  Início  |  Livros  |  CDs  |  Procurar  |  Contacte-nos  |  Doar

Tradition in Action
© 2018-   Tradition in Action do Brasil    Todos os Direitos Reservados