Sociedade Orgânica

donate Books CDs HOME updates search contact

A grandeza do Rei
dignifica o cozinheiro


Plinio Corrêa de Oliveira

Windsor castle aerial view

Vista aérea do Castelo de Windsor

Olhando para esta foto, a primeira impressão é a de um cenário para um conto de fadas. A imensidão do edifício, a maravilhosa variedade de partes, a delicadeza e a força afirmadas em tudo. Tudo sugere que alguém está na presença de algo que ultrapassa em muito a realidade do dia-a-dia. Este fantástico conjunto de edifícios é o símbolo e o santuário de uma instituição: a realeza britânica.

Nesse símbolo - como muitos outros da Inglaterra tradicional - as aparências ainda não têm a marca do protestantismo, liberalismo ou socialismo. O que se expressa nessas formas de granito ainda é o conceito medieval e católico da origem divina do poder público, a verdadeira majestade que deveria envolver qualquer regime político e a símbolo paterno que deveria caracterizá-lo.

Símbolo paterno, dizemos. Este castelo não tem como objetivo mostrar massividade, mas talento. Não é feito para intimidar, mas para encantar. O sujeito que a contempla não estremece à sua vista; ele não tem vontade de fugir, mas sim de entrar.

E isso por uma simples razão: o rei é um pai que chama seus súditos para si próprio, não um carrasco que inspira medo a eles.

*

Windsor palace kitchen

As relações entre o grande e o pequeno são influenciadas por esse ambiente. A nobreza do Senhor é transmitida ao seu servo.

Assim, a imensa cozinha de Windsor, à esquerda, que é autenticamente uma cozinha, é indiscutivelmente uma cozinha alta, nobre e digna de um castelo. Ela comunica algo da própria dignidade real à humilde atividade servil do cozinheiro e proporciona a ele um esplendor que é, por assim dizer, real.

Isso ocorre porque na civilização cristã a grandeza do Senhor não humilha o servo, mas o eleva.

Traduzido do Catolicismo, agosto de 1959
Postado em 16 de setembro de 2019

Tradition in Action

000_Dr.Plinio02.jpg - 17885 Bytes
Prof. Plinio
Sociedade Orgânica foi um tema caro ao falecido Prof. Plinio Corrêa de Oliveira. Ele abordou este tema em inúmeras ocasiões durante a sua vida - às vezes em palestras para a formação de seus discípulos, às vezes em reuniões com amigos que se reuniram para estudar os aspectos sociais e história da cristandade, às vezes apenas de passagem.

Atila S. Guimarães selecionou trechos dessas palestras e conversas a partir das transcrições das fitas e de suas anotações pessoais. Ele traduziu e adaptou-os em artigos para o site da TIA. Nestes textos, a fidelidade às idéias e palavras originais é mantida o máximo possível.

burbtn.gif - 43 Bytes


Tópicos relacionados de interesse


burbtn.gif - 43 Bytes   Mittenwald e seus violinos

burbtn.gif - 43 Bytes   Promovendo a originalidade de cada célula social

burbtn.gif - 43 Bytes   A formação orgânica de uma região

burbtn.gif - 43 Bytes   A cidade e sua nobreza

burbtn.gif - 43 Bytes   Um élan para a perfeição deve existir em todas as classes

burbtn.gif - 43 Bytes   Como o homem deve agir sobre o seu ambiente natural

burbtn.gif - 43 Bytes   Proporção entre a cidade e o homem

burbtn.gif - 43 Bytes   Sociedade Orgânica e planejamento urbano

burbtn.gif - 43 Bytes   O que é a Sociedade Orgânica?


burbtn.gif - 43 Bytes


Trabalhos relacionados de interesse



A_tertullian.gif - 23384 Bytes
C_RCRTen_R.gif - 6810 Bytes

A_ff.gif - 33047 Bytes

C_CatWay_R.gif - 6561 Bytes
Button_Donate.gif - 6240 Bytes

C_Myth_R.gif - 6892 Bytes




Sociedade Orgânica  |  Sócio-política  |  Início  |  Livros  |  CDs  |  Procurar  |  Contacte-nos  |  Doar

Tradition in Action
© 2018-    Tradition in Action do Brasil   Todos os Direitos Reservados