Sociedade Orgânica

donate Books CDs HOME updates search contact

A Lua e seu Halo

Por que um Católico deveria se preocupar com a sociedade
e não apenas com a religião?


Plinio Corrêa de Oliveira

Para termos a virtude do amor de Deus, uma compreensão da santidade e esplendor da sociedade temporal é fundamental, quando não indispensável,. Não devemos amar a Deus apenas como um Ser abstrato habitando no mais alto dos Céus, mas através das imagens que O refletem nesta terra.

Deus estabeleceu a Igreja Católica como um meio para conhecê-lo e amá-lo através de sua instituição, governo e estrutura hierárquica. Além disso, através da santidade de sua História, da majestade de sua liturgia, da pureza de sua doutrina e, claro, das graças santificadoras de que ela é o canal necessário.

God the Creator

Deus deve ser glorificado em todos os aspectos da vida criada
Giusto dei Menabuoi, século 14, Padua
Mas, Deus também criou o homem como um ser social chamado a construir uma sociedade temporal com uma vida civil adequada para O refletir. O homem é chamado a moldar essa ordem temporal de acôrdo com os princípios Católicos, de tal maneira que em todos os aspectos da vida humana Deus seja glorificado. Esta não é apenas uma opção facultative para os homens, mas uma necessidade, uma necessidade imperativa.

As perspectivas temporais e religiosas da glória de Deus são como os dois olhos que Deus nos deu para ver. Com um olho, temos a noção da profundidade de um panorama; com o outro, sua largura. A harmonização dos dados de ambos os olhos fornece, portanto, um quadro completo da realidade objetiva diante de nossos olhos. Do mesmo modo as perspectivas temporais e religiosas da sociedade devem ser harmonizadas em nossas almas para termos uma visão completa do conjunto da realidade criada, amá-la e assim dar a devida glória a Deus.

No conjunto da ordem instituída por Deus, existe uma perspectiva geral, uma visão global, que propriamente falando é a visão plena da criação. Essa visão do conjunto de um mundo organizado de acordo com a doutrina católica nos dá uma noção ampla de santidade. É uma santidade mais extensa do que a santidade que considera apenas um indivíduo, uma família ou um seminário piedoso. Ao considerar este conjunto da ordem instituída por Deus, temos a mais perfeita imagem dele.

Este conjunto reflete uma tal beleza de Deus que eu o considero o mais perfeito reflexo de Deus que um homem possa ter. É essa suprema santidade que o homem é chamado a conhecer, amar e imitar.

Acredito também que ninguém pode ser indiferente a este conjunto. Explicitamente ou implicitamente, todos os homens assumem uma posição diante dessas duas grandes realidades harmonizadas: a Santa Igreja Católica e Apostólica, a qual é a sociedade sobrenatural, e a ordem temporal Cristã.

Moon Halo
A Igreja Católica é como a lua e a ordem Cristã é como o halo de luz que a circunda. Aquele halo luminoso tão bonito é a sociedade temporal. A luminosidade existe em função da lua, assim como o Estado Católico vive em função da Igreja.

Ninguém pode ser indiferente a essa realidade. A própria expressão "indiferença religiosa" em relação ao papel da Igreja Católica na sociedade temporal é um termo cunhado pelos inimigos da Igreja. É por isso que o indiferentismo religioso é fortemente condenado.

Além disso, não se pode ser indiferente diante das reflexões de Deus na terra.

Imagine que em dois apartamentos vizinhos existem famílias com estilos de vida completamente diferentes. Uma é uma boa família Católica em cuja casa a atmosfera é sobrenatural e os membros vivem em harmonia. O outro é uma família com maus costumes, em que alguns membros estão habitualmente bêbados, outros usam drogas; má linguagem e adultério são comuns; brigas e insultos são normais. Como alguém pode fingir que os dois apartamentos não importam para a glória de Deus ou permanece indiferente sobre se uma pessoa vive em um versus o outro?

No primeiro apartamento, o rosto de Deus é representado pela virtude da família; a outra família expressa o oposto dele. Ninguém deveria ser indiferente a isso. Nesta situação particular, amar a imagem de Deus em todas as coisas implica amar a boa família católica e odiar o mal do mau.

O verdadeiro amor de Deus inclui o amor de todo bem que existe na terra e o ódio de todas as desordens e vícios que negam as perfeições e excelências de Deus.

Estas são algumas pressuposições que precisamos ter para entrar em nosso estudo da sociedade orgânica.

Postado em 18 de abril de 2019

Tradition in Action

Dr. Plinio Correa de Oliveira
Prof. Plinio
Sociedade Orgânica foi um tema caro ao falecido Prof. Plinio Corrêa de Oliveira. Ele abordou este tema em inúmeras ocasiões durante a sua vida - às vezes em palestras para a formação de seus discípulos, às vezes em reuniões com amigos que se reuniram para estudar os aspectos sociais e história da cristandade, às vezes apenas de passagem.

Atila S. Guimarães selecionou trechos dessas palestras e conversas a partir das transcrições das fitas e de suas anotações pessoais. Ele traduziu e adaptou-os em artigos para o site da TIA. Nestes textos, a fidelidade às idéias e palavras originais é mantida o máximo possível.

burbtn.gif - 43 Bytes


Tópicos relacionados de interesse


burbtn.gif - 43 Bytes   O estado deve estar subordinada à Igreja

burbtn.gif - 43 Bytes   Garcia Moreno: modelo de um presidente católico

burbtn.gif - 43 Bytes   Liberais, modernistas e progressistas

burbtn.gif - 43 Bytes   Santo Henrique II, Imperador

burbtn.gif - 43 Bytes   Santo Tomás contra o distributismo

burbtn.gif - 43 Bytes   Distributistas enganam em sua audiência sobre o capitalismo

burbtn.gif - 43 Bytes   Um manifesto distributista temperado com o comunismo

burbtn.gif - 43 Bytes   Socialismo e distributismo na roupa católica

burbtn.gif - 43 Bytes   Que ninguém ouse chamá-lo de liberdade

burbtn.gif - 43 Bytes   Cardeal Glemp apoia o comunismo na Polônia


burbtn.gif - 43 Bytes


Sociedade Orgânica  |  Sócio-política   |  Início  |  Livros  |  CDs  |  Procurar  |  Contacte-nos

Tradition in Action
© 2018-    Tradition in Action do Brasil    Todos os Direitos Reservados